Ouça ao Vivo:
Ouça ao Vivo:
Previous slide
Next slide

Presidente do SINTRASP detalha próximos passos para negociação do reajuste dos servidores de Patos de Minas

Ele também rebateu críticas atribuídas à atuação do sindicato

Nesta quinta-feira (19/01), o pedido de reajuste nos salários dos servidores municipais foi o tema destaque no DEBATE 98. O programa recebeu a presença de Fabiano Antônio de Castro, presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Patos de Minas. A conversa foi conduzida por Jota Ramalho, José Afonso e Edvar Santos, e contou também com a participação dos ouvintes da Rádio Clube 98.

Na oportunidade, Fabiano Antônio de Castro falou sobre a atual situação da negociação entre o sindicato e a administração municipal em busca do reajuste do servidor público municipal. Ele explicou ainda os cálculos que foram realizados para chegar na porcentagem de 17,5% pedida pelo sindicato inicialmente.

Na ocasião, o presidente do SINTRASP também declarou que, mesmo após a declaração do prefeito, Luís Eduardo Falcão, que não seria possível um reajuste neste nível, o sindicato continua firme com a proposta e aguarda uma reunião com a prefeitura, que possivelmente deve acontecer na próxima semana.

O pedido de reajuste de 20% no vale alimentação também esteve em destaque no programa desta quinta-feira (19/01). O representante dos servidores municipais explicou que o pedido em questão seria para que o trabalhador não tenha a perca – que já foi observada ao longo dos anos – no poder de compra.

Durante participação do vereador e servidor municipal Wilian de Campos no DEBATE 98 da última segunda-feira (16/01), o parlamentar teceu algumas críticas sobre suposta omissão do SINTRASP em relação a defesa e busca por melhorias para os servidores. Nesta quinta-feira (19/01), o atual presidente do sindicato rebateu as críticas e destacou o trabalho realizado em prol da classe.

Na oportunidade, Fabiano manifestou sua chateação em relação às críticas apresentadas pelo parlamentar e relembrou um episódio onde, segundo ele, foi amplamente criticado pelo vereador Wilian de Campos durante uma reunião da Câmara e que, quando tentou responder, foi repreendido pelo então presidente da Casa Legislativa na época, Ezequiel Macedo Galvão.

“O presidente da Câmara falou que eu não podia manifestar, que eles têm todo direito e podem fazer o que eles quiserem lá. Então, eu levantei e fui embora. Porque que lá dentro eles podem fazer o que eles querem? Pode criticar e eu não tenho o direito de resposta?”, desabafou.

Na oportunidade, Fabiano ainda destacou que as portas do SINTRASP estão e sempre estiveram abertas para todos.

“Lá (o SINTRASP) é a casa dele. Ele pode ir a hora que ele quiser, pode perguntar as coisas que ele quiser, igual todos os servidores que me ligam querendo saber. Eu respondo a todos, tento ajudar a todos”, afirmou.

O presidente do SINTRASP também emitiu sua opinião sobre os reajustes realizados no último ano, para os secretários e para os vereadores de Patos de Minas; e apresentou as vantagens oferecidas aos filiados ao sindicato.

Confira o Debate 98 na íntegra:

Título do slide
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.
Clique aqui

Uma resposta

  1. Fica duro Fabiano, porquê dinheiro pra jogar em empresa de transporte público tinha e muito, dinheiro pra times de futebol sempre tem, dinheiro pra asfaltar parque de exposição eles acham um jeito, dinheiro pra diversos atos só “politiqueiros” sempre dão seu jeitinho, porque então não fazem o mesmo para os servidores?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

<a href="arquivo.clubenoticia.com.br" target="_blank">Veja mais em nosso arquivo!</a>