Ouça ao Vivo:
Pesquisar
Close this search box.
Ouça ao Vivo:

Homem é detido por crime ambiental, maus tratos de animais e por manter pássaros da fauna silvestre em cativeiro na região de Bebedouro das Posses

O homem, acompanhado de um advogado, foi conduzido para a delegacia

Na manhã desta quinta-feira (10/11), a Polícia Militar Ambiental conduziu um homem, de 61 anos, por cometer crime ambiental, maus tratos de animais e por manter pássaros da fauna silvestre em cativeiro. O fato aconteceu em uma fazenda na região do Bebedouro das Posses, no município de Patos de Minas.

Segundo o boletim de ocorrência, a equipe ambiental recebeu uma denúncia relatando que o homem teria realizado o corte de árvores em sua propriedade, na beira do córrego Bebedouro.

Em contato com o homem, ele confessou que realizou o corte para facilitar a passagem do trator, pois estava realizando o trabalho de preparo da terra para plantio de capim. Os militares constataram que foram realizadas derrubadas de duas moitas de bambus e de árvores da espécie gameleira e eucalipto, que ficam em uma área de preservação permanente.

Durante a fiscalização, os militares localizaram no fundo da residência, dois gatos mortos amarrados um ao outro pelas patas.

Questionado, o homem, a princípio, não soube informar detalhes das mortes. Ele disse apenas que sua mãe, que mora na mesma casa, queria sumir com os animais. Ainda durante a fiscalização, os militares encontraram na porta da cozinha, uma poça de sangue fresco.

Ao ser novamente questionado, ele falou que, ao terminar de tirar leite, foi para casa e encontrou o gatos em cima do fogão. Neste instante, em um momento de impulso, pegou um pedaço de pau e matou os animais.

Ainda na casa, a equipe ambiental encontrou dois papagaios presos em uma gaiola dentro de um cômodo.

Diante dos fatos, o homem, acompanhado de um advogado, foi conduzido para a delegacia de Polícia Civil de Patos de Minas.  

Título do slide
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.
Clique aqui
<a href="arquivo.clubenoticia.com.br" target="_blank">Veja mais em nosso arquivo!</a>