Ouça ao Vivo:
Pesquisar
Close this search box.
Ouça ao Vivo:

Abastecimento de água deve voltar ao normal neste sábado (22), informa Copasa

Além disso, tem afetado o funcionamento de várias empresas
Reprodução

Diversos bairros de Patos de Minas enfrentam, na manhã deste sexta-feira (21), transtornos com a falta de abastecimento de água, que acontece desde o decorrer da semana. Sem água, centenas de moradores tiveram as rotinas afetadas e sofrem para realizar tarefas domésticas e de higiene pessoal.

Para os moradores que não possuem caixa d’água, estão se virando com a escassez. Para algumas empresas como automotiva, restaurantes, dentre outros a falta de água deixou os trabalhadores sem serviço.

Em algumas escolas do Centro e até mesmo o Centro de Enfrentamento a Dengue foram afetadas, tendo as aulas e serviços suspensos.

Por meio de nota, a COPASA informou:

A Copasa informa que o fornecimento de água para Patos de Minas está sendo feito regularmente, mas ainda assim, intermitências podem ser sentidas, principalmente nas partes mais altas da cidade, nesta sexta-feira (21/05). A previsão é que a situação para essas áreas seja normalizada até a manhã de sábado (22/06).

As unidades de tratamento, bombeamento e distribuição estão operando em capacidade máxima. Os reservatórios já estão acumulando água, no entanto, o volume ainda está abaixo do ideal. Equipes técnicas permanecem monitorando a situação para realizar manobras operacionais com o objetivo de agilizar a recuperação do sistema. Caminhões-pipa também estão dando suporte no abastecimento de áreas prioritárias, como unidades escolares e de saúde.

As intermitências são reflexo da manutenção realizada na captação do Rio Paranaíba, com intuito de ampliar a capacidade da unidade de 420 para 550 litros por segundo, um aumento de 30% na produção, e que em longo prazo vai gerar benefícios para toda a população. As obras, em sua totalidade, estão avaliadas em quase R$20 milhões.

            Mais uma vez a empresa reforça que o consumo consciente nos imóveis que já estão recebendo água regularmente é fundamental para ajudar a agilizar a normalização do abastecimento para as regiões mais elevadas e distantes. Mesmo com o empenho das equipes e funcionamento das máquinas em sua plena capacidade, a água chega primeiramente aos imóveis de áreas com baixo relevo, e posteriormente, às regiões mais altas, ou seja, um processo gradativo. Quanto maior a economia, mais rápido a situação será normalizada.

Título do slide
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.
Clique aqui
<a href="arquivo.clubenoticia.com.br" target="_blank">Veja mais em nosso arquivo!</a>