Ouça ao Vivo:
Pesquisar
Close this search box.
Ouça ao Vivo:

Rio Paranaíba continua retrocedendo e amanhece em 6,14 metros acima do nível normal

Autoridades alertam sobre possibilidade de chuvas nos próximos dias

Devido às chuvas registradas em Patos de Minas e região nas últimas semanas, o nível do Rio Paranaíba segue sendo monitorado pelas autoridades municipais. De acordo com medição realizada pela Defesa Civil, por volta das 7h30 desta sexta-feira (20/01), o Rio estava em 6,14 metros acima do nível normal.

Após ultrapassar 10 metros, desde sábado (14/01) o Rio vem apresentando uma tendência à redução em seu nível. Devido a diminuição das chuvas nos últimos dias, o Rio Paranaíba amanheceu com menos de 7 metros acima do nível normal.

Segundo boletim divulgado pela Central de Atendimento Social às Vítimas das Enchentes (CASVE), 211 patenses ainda estão sofrendo as consequências da enchente. Patos de Minas tem 71 famílias desalojadas, totalizando 186 pessoas; e outras nove famílias desabrigadas em razão da enchente do Rio Paranaíba, totalizando 25 pessoas.

Dois abrigos municipais provisórios continuam abrigando a população afetada. Na Escola Estadual Santa Terezinha, até o momento, 12 pessoas de quatro famílias estão abrigadas no local, sendo 11 adultos e uma criança.

Já no abrigo provisório montado na Escola Estadual Ilídio Caixeta de Melo, estão abrigadas 13 pessoas de cinco famílias, sendo 11 adultos e duas crianças.

Apesar da visível diminuição do nível do Rio Paranaíba, o Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil fizeram um alerta a todas famílias atingidas pela enchente.

Em vídeo gravado nesta quinta-feira, o comandante do 12° BBM, Ten Cel Duarte e Antônio Teles da Defesa Civil explicaram que, mediante as avaliações que estão sendo realizadas diariamente, foi constatado que ainda não é seguro retornar para as residências que foram atingidas pela enchente do Rio Paranaíba.

“Aproveitamos para alertar a população, embora estejamos esses dias sem chuva, temos previsão sim para a próxima semana e até o final do mês do retorno de chuvas para a região”, explicou Ten Cel Duarte.

Título do slide
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.
Clique aqui
<a href="arquivo.clubenoticia.com.br" target="_blank">Veja mais em nosso arquivo!</a>