Ouça ao Vivo:
Pesquisar
Close this search box.
Ouça ao Vivo:

Rede estadual de ensino abre inscrições para vagas remanescentes

As inscrições devem ser feitas até 23/2.

Pais, responsáveis e estudantes que perderam o prazo para efetivar a matrícula na rede pública de ensino de Minas Gerais têm uma nova chance. Começa nesta terça-feira (1/2) o processo para preenchimento de vagas remanescentes nas escolas do Estado. Para garantir a oportunidade de estudo em 2022, as inscrições devem ser feitas até 23/2.

O interessado maior de 18 anos ou o responsável por crianças e adolescentes devem acessar o site cadastroescolar.educacao.mg.gov.br, preencher o formulário de inscrição e selecionar tipo de ensino, nível, etapa e turno que o aluno pretende estudar. O sistema exibirá quais são as escolas que ainda possuem vagas dentro do zoneamento do candidato ou em sua área de interesse. 

Optando por uma escola, o estudante terá dois dias úteis para confirmar a matrícula presencialmente na instituição escolhida, apresentando a documentação necessária. Caso o candidato não confirme a matrícula dentro do prazo estabelecido, a vaga será disponibilizada a outro interessado.

Neste momento, essa é a única forma de assegurar uma vaga pública no ensino regular, na Educação de Jovens e Adultos (EJA), na Educação Profissional, no Ensino Médio Integral ou no Integral Profissional.

Documentação

Para efetivar a matrícula, os pais/responsáveis ou o próprio aluno maior de idade devem apresentar a seguinte documentação:

– Documento de Identidade ou, na sua ausência, Certidão de Nascimento/Casamento do aluno, original e cópia;

– CPF do aluno, original e cópia, sendo obrigatória a apresentação se for maior de idade e facultativa se menor de idade;

– Comprovante de residência, original e cópia, no nome de um dos pais/responsáveis ou do aluno, quando maior de idade;

– Histórico Escolar ou Declaração de Transferência, com indicação do ano de escolaridade que o aluno está habilitado a cursar em 2022, ficando o documento original na escola;

– Histórico Escolar ou Declaração de Conclusão do Ensino Médio ou Parecer da Secretaria de Estado de Educação e publicação de Equivalência de Estudos, concluídos no exterior, ao Ensino Médio brasileiro, para o candidato/aluno que for ingressar no curso técnico na forma subsequente; ou

– Histórico Escolar ou Declaração de Escolaridade, comprovando matrícula no Ensino Médio, para o aluno que for ingressar no curso técnico na forma concomitante.

Para o aluno menor de idade é necessária, ainda, a apresentação de documento de identidade e do CPF, originais e cópias, de um dos pais/responsáveis.

Título do slide
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.
Clique aqui
<a href="arquivo.clubenoticia.com.br" target="_blank">Veja mais em nosso arquivo!</a>