Nossas Rádios:

Líder Comunitário relata situação de abandono enfrentada na região da Orla da Lagoa Grande e clama por providências das autoridades

O comerciante e líder comunitário afirmou que caso uma providência não seja tomada com urgência, o galpão do produtor rural se tornará uma verdadeira "cracolândia".

Nesta quarta-feira, 16 de março, os problemas enfrentados no Galpão do Produtor Rural, do Terminal Rodoviário e da Lagoa Grande estiveram em destaque no “Debate 98”, com a participação do comerciante e líder comunitário, Fernando Alves Diniz. A conversa foi conduzida por Jota Ramalho, Edvar Santos e José Afonso. O bate-papo também contou com a participação de ouvintes da Rádio Clube98.

Na oportunidade, Fernando Diniz destacou a violência, a falta de pudor, o constrangimento, e outras situações que incomodam moradores e comerciantes, considerando o grande número de pessoas em situação de rua naquela região.

O comerciante e líder comunitário afirmou de forma muito incisiva que caso uma providência não seja tomada com urgência, o galpão do produtor rural se tornará uma verdadeira “cracolândia”.

Segundo Fernando Diniz a região que abriga um dos principais cartões postais de Patos de Minas, a Orla da Lagoa Grande, ultimamente é cenário de uso de drogas, sexo explícito, atentado violento ao pudor e diversos outros atos ilícitos.

O líder comunitário e a bancada do “Debate 98” discutiram possíveis ações que deveriam ser implementadas naquela região para amenizar o problema, visando a segurança da população e as políticas de ação social.

Confira a entrevista na íntegra:

<a href="arquivo.clubenoticia.com.br" target="_blank">Veja mais em nosso arquivo!</a>