Ouça ao Vivo:
Ouça ao Vivo:
Previous slide
Next slide

Homem é preso após assaltar casa noturna e motorista de aplicativo; suspeito teria ameaçado os militares, alegando fazer parte de organização criminosa

Durante a abordagem, foi necessário usar bomba de gás lacrimogênio para neutralizar as agressões do suspeito
Vítimas que foram agredidas pelo suspeito

A Polícia Militar prendeu um rapaz que é suspeito de assalto a uma casa de encontros e a um veículo de aplicativo. Os crimes aconteceram na noite do último sábado (17/09). O suspeito foi preso no bairro Sebastião Amorim e chegou a ameaçar os policiais militares durante e após a prisão, alegando fazer parte de uma organização criminosa. 

Segundo informações da Polícia Militar, um motorista de aplicativo chegou de carro no sentinela da sede da 10ª Região da Polícia Militar (RPM) pedindo socorro e informando que havia sido vítima de assalto. 

Segundo o motorista de aplicativo, ele pegou um passageiro no bairro Peluzzo e, no trajeto da corrida, viu um homem cair de uma motoneta Honda/Biz. Ele parou o carro e, juntamente com o passageiro, prestaram socorro a suposta vítima de acidente. Alegando estar bem e não ter se machucado, o motociclista montou novamente na motoneta. O motorista e o passageiro entraram no carro de aplicativo para dar seguimento à corrida. 

No entanto, o motociclista teria feito o retorno, emparelhado com o carro, sacado uma pistola e anunciado o assalto. Segundo informações, o suspeito foi “bastante violento”, dando duas coronhadas na cabeça do motorista do carro de aplicativo e diversas na cabeça e rosto do passageiro, causando sangramento intenso. O homem teria, então, mandado o motorista do carro tirar o veículo do meio da rua, momento este em que ele correu até a guarita do sentinela da 10ª RPM, onde pediu socorro.

Enquanto isso, o suspeito obrigou o passageiro a montar na garupa da motoneta e fugiu sentido ao bairro Sebastião Amorim, com a intenção de sair da cidade pela MGC-354. 

Durante o percurso, na avenida Afonso Queiroz, o suspeito mandou o passageiro pular da moto em movimento. A vítima pulou do veículo e caiu no chão, perdendo o sentido de direção e sofrendo fratura nos dois braços. O homem foi socorrido por terceiros e levado para a Santa Casa de Misericórdia de Patos de Minas. 

Diante das características do suspeito, os policiais identificaram que, pouco mais cedo, ele havia cometido um roubo numa casa noturna no bairro Jardim Paulistano. Com posse das informações, os militares imediatamente foram à casa dele. 

Ao chegar no local, os militares encontraram a casa fechada e a motoneta na garagem. Os militares deram ordem para o suspeito se entregar, que começou a ameaçá-los. O homem chegou a apontar a pistola pela janela contra os militares, que atiraram diversas vezes, mas ele não foi atingido. Com uso da bomba de gás lacrimogênio, o suspeito cessou as agressões e se entregou.

O rapaz foi levado para a Santa Casa de Misericórdia de Patos de Minas e depois para a Unidade de Pronto-Atendimento, já que reclamava de dor nos olhos. Ele foi medicado e liberado em seguida. 

A caminho da delegacia, o suspeito teria voltado a ameaçar os policiais de morte, chegando a dizer que se vingaria da prisão, pois faz parte de uma organização criminosa. Ele também alegou que vingaria a morte de um jovem, que morreu durante uma abordagem policial. 

O suspeito foi encaminhado para a delegacia de Polícia Civil de Patos de Minas. Os militares apreenderam com ele uma réplica de pistola, dois aparelhos celulares das vítimas e a carteira do passageiro do veículo de aplicativo. A motoneta foi apreendida e levada para o pátio credenciado ao DETRAN/MG.

Título do slide
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.
Clique aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

<a href="arquivo.clubenoticia.com.br" target="_blank">Veja mais em nosso arquivo!</a>