Nossas Rádios:

“Foi respondida uma pergunta que ninguém fez” afirma Braz Paulo sobre liderança de Aécio Neves em pesquisa para o Senado

Segundo o Instituto Paraná Pesquisas, Aécio Neves tem 20,8% das intenções de voto em Minas Gerais

O deputado federal Aécio Neves (PSDB) classificou a liderança na corrida para o Senado em 2022. Segundo o Instituto Paraná Pesquisas, ele tem 20,8% das intenções de voto em Minas Gerais, superando o também deputado Reginaldo Lopes (PT), que recebeu a preferência de 8,3% dos entrevistados.

Nesta terça-feira (17), o Comentarista do Sistema Clube, Professor Braz Paulo, falou sobre o impacto que essa possível candidatura de Aécio Neves pode ter em relação as atuais movimentações políticas existentes no PSDB.

“Muitos apostavam no fim político de Aécio Neves, inclusive dando certo que ele não conseguiria se reeleger, em meio aquele escândalo de alguns anos atrás, sequer para Deputado Federal. Pois bem, Aécio Neves não só se reelegeu como deputado, como também após ser inocentado pela justiça das acusações da Lava Jato, o moço voltou voando, então ele já articula questões novamente a nível nacional, mas agora sem nenhum tipo de restrição, ele estava muito nos bastidores, mas agora ele volta a cena,” afirmou o comentarista.

O comunicador brincou que “foi respondida uma pergunta que ninguém fez”, afirmando que não era falado sobre a possibilidade de candidatura de Aécio ao senado.

“As figuras que estão sendo colocados no trecho para o cargo de senador, são nomes que nenhum tem a visibilidade de Aécio Neves, isso é fato, para o bem ou para o mal,” ressaltou.

Afirmando que o Aécio nunca desistiu de ser Presidente da República o comunicador também faz uma breve análise das movimentações de Doria dentro do partido.

“Como a gente sabe que a cada momento o cenário é um, nada impede que Aécio faça planos para o futuro, e dentro desses planos está muito claro que ele precisa abafar uma voz que está dissonante que é o ex-governador de São Paulo, João Doria, que começou muito forte sendo o antagonista de Jair Bolsonaro, porém hoje está a mercê do próprio partido, a verdade é que sem mandato, sem a mídia, mesmo sendo alguém que possui recursos financeiros, Doria virou candidato de si mesmo,” concluiu Braz Paulo.

Confira a entrevista completa:

<a href="arquivo.clubenoticia.com.br" target="_blank">Veja mais em nosso arquivo!</a>