Lagoa Formosa: homem é assassinado a tiros na zona rural

logo-face
logo-face
Lagoa Formosa: homem é assassinado a tiros na zona rural

Um homicídio foi registrado no final da manhã desta sexta-feira (16/10) numa estrada vicinal, na divisa das regiões de Ponte Alta com Capão das Canoas, no município de Lagoa Formosa. Um homem foi morto a tiros por volta das 11h40. De acordo com o boletim de ocorrência, assim que foi comunicada sobre o fato por motoristas que trafegavam pela estrada, a Polícia Militar foi para o local e deparou com a vítima José Idael de Azevedo caída ao solo. O homem estava ao lado de um automóvel. O veículo Fiat/Idea, cor prata, que ele conduzia se encontrava com a porta do motorista aberta. 

Assim que ficou confirmado se tratar de um homicídio, foi solicitado apoio da Polícia Militar de Patos de Minas, que compareceu na estrada com a ROCCA e os cães, principalmente por se tratar de uma área com muitas plantações de café, sendo que o autor poderia estar escondido nas redondezas. Ainda no local, durante conversa com familiares, ficou constatado que o principal suspeito de cometer o crime seria um sobrinho da vítima, um homem de 48 anos. 

Com isso, os policiais foram até a casa do acusado e descobriram que ele tinha chegado à residência no final da manhã, usando uma caminhonete L200, mas logo em seguida, o homem falou para a mãe que iria até sua fazenda, saindo numa uma motocicleta SUZUKI, cor azul. Os militares também fizeram contato com um filho do suspeito. O rapaz também tentou contato com o pai através de telefone celular, mas as chamadas iam para a caixa postal.

Diante dos fatos, o sobrinho que já possuía rixa antiga com o tio, por motivos de partilha de propriedades rurais, passou a ser procurado como possível autor do homicídio. Os peritos da Polícia Civil de Patos de Minas fizeram os trabalhos técnicos e, inclusive, localizaram um revólver calibre 38 junto ao corpo da vítima. A arma estava com 4 capsulas deflagradas e duas intactas. 

José Idael de Azevedo foi morto com um tiro na face e outros dois nas pernas. O Corpo da vítima foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) para ser necropsiado e entregue aos familiares para o sepultamento.

Comentários