Adriano Aro é reeleito presidente da Federação Mineira de Futebol

logo-face
logo-face
Adriano Aro é reeleito presidente da Federação Mineira de Futebol

Eleição da FMF aconteceu nesta quinta-feira (30) em segunda convocação, pois não houve quorum na primeira chamada, com a participação dos clubes filiados e representantes das Ligas Municipais. Adriano Aro era candidato único e segue no comando da Federação Mineira de Futebol, tendo como vice, o seu irmão Marcelo Aro, no cargo anteriormente ocupado por Castellar Neto, atual vice-presidente da CBF.

Adriano Aro vai para o segundo mandato, tendo assumido a entidade pela primeira vez em 2018. A URT esteve representada pela presidente Maria Isabel Pimenta Rocha.

O presidente vem realizando vários contatos para resolver o problema dos direitos de transmissão dos jogos do Estadual, que tem seu início confirmado para o dia 26 de janeiro, no Mineirão, com o confronto entre Cruzeiro e URT.

O presidente falou sobre os direitos de transmissão do Estadual. Várias negociações foram feitas nesse fim de ano e, pelo que se projeta, a solução deverá acontecer somente nos primeiros dias do ano novo. A Rede Globo, até 2021, era a detentora dos direitos e pode renová-los, mas com valores inferiores aos que vinham sendo praticados. 

Basicamente, no Campeonato Mineiro de 2021,  vigorava o acordo com cerca de R$ 14 milhões e 300 mil reais para Atlético e Cruzeiro, R$ 4 milhões ao América e cerca de R$ 1 milhão a cada um dos clubes do interior. No último Estadual, a Globo abriu mão de veicular os jogos entre os clubes do interior, que passaram a ter um serviço de streaming oferecido pela FMF.

Outras propostas estão sendo analisadas, porém a da Globo, mesmo com valores inferiores, parece ser a mais vantajosa para os clubes. Especula-se que, pela nova proposta, cada time do interior receberia entre R$ 400 a R$ 500 mil reais.

Por: Adamar Gomes - AG Esportes

Foto: Reprodução

Comentários