Carmo do Paranaíba: ladrão furta picape, fura bloqueios policiais, capota, mas é preso pela PM

logo-face
logo-face
Carmo do Paranaíba: ladrão furta picape, fura bloqueios policiais, capota, mas é preso pela PM

Um homem de 21 anos foi preso após furtar uma picape  e fugir das Polícias Militar e Rodoviária Federal, na tarde desta segunda-feira (22/11). O furto foi na BR-365, próximo ao trevo de Guimarânia. O suspeito foi preso na LMG-743, no município de Carmo do Paranaíba.

Segundo o boletim de ocorrência, após o furto, a Polícia Rodoviária Federal fez um cerco na frente da 10ª delegacia de PRF, porém o suspeito desobedeceu e evadiu. Houve perseguição e o suspeito entrou na LMG-743 sentido a Major Porto, passou por Quintinos e foi para a BR 354. No caminho, ele furou diversos bloqueios feitos pela PM e tentou atropelar policiais.

Já na BR-352, o suspeito evadiu de outro cerco e novamente tentou atropelar os militares. Os policias atiraram contra o carro, mesmo assim o suspeito não parou. Cerca de 20 metros do trevo que liga a LMG-743 com a BR-352, o suspeito perdeu o controle do veículo e não conseguiu realizar uma curva acentuada, saindo da pista, batendo em uma cerca e arrancando diversos pés de café no interior de uma chácara.

A Polícia Militar encontrou o veículo em meio a plantação de café e viram que o suspeito não estava no carro. Os militares encontraram marcas de sangue próximas ao veículo. O carro estava cravado de balas, mas nenhum projétil foi encontrado no interior.

Quatro horas depois, a polícia recebeu denúncias que havia uma pessoa mancando e ensangüentada na BR-354. Os policias foram ao local e encontraram o suspeito sendo socorrido por um homem. O jovem de 21 anos então foi preso e identificado.

O suspeito confessou os crimes e disse que não iria parar de jeito nenhum para ser preso. Ele foi encaminhado à Unidade de Pronto-Atendimento de Carmo do Paranaíba e levado para o Hospital Regional Antônio Dias em Patos de Minas. Ele recebeu de voz prisão em flagrante pelo delito de furto do veículo, desobediência e tentativa de homicídio contra os policiais.

Fotos: Júlio César/To Na Mídia CP

Comentários