Após paralisação motivada por denúncias de possíveis fura-filas, vacinação de deficientes visuais graves será retomada

logo-face
logo-face
Após paralisação motivada por denúncias de possíveis fura-filas, vacinação de deficientes visuais graves será retomada

Após muita polêmica na cidade e inclusive denúncias apontando possíveis fura-filas, a secretaria de saúde de Patos de Minas, interrompeu a vacinação para as pessoas com deficiências visuais, que iria acontecer na tarde da última sexta-feira (04) e também no sábado (05). A decisão da prefeitura causou grande revolta por parte das pessoas que esperavam na fila e dividiu opiniões nas redes sociais.

Segundo informações da Prefeitura de Patos de Minas, 48 prontuários de vacinação estão em processo de investigação.

Uma semana após a paralisação, a prefeitura de Patos de Minas, divulgou que a vacinação para pessoas com deficiência visual permanente grave, irá acontecer na próxima segunda-feira (14/6). Aquelas pessoas que se encaixam nesse grupo podem comparecer ao antigo Projeto Saci das 8h às 11h e das 12h às 15h.

Quem se enquadra nesse grupo?

Para fins da vacinação, a deficiência visual prioritária é aquela que ocasiona dificuldade ou incapacidade de enxergar mesmo usando óculos, ou seja, que limita ou impede a pessoa de desempenhar suas atividades diárias em igualdade com os demais. São elas:

– Cegueira: acuidade visual igual ou menor que 0,05 no melhor olho, com a melhor correção óptica;

Baixa visão: acuidade visual entre 0,3 e 0,05 no melhor olho, com a melhor correção óptica; somatória da medida do campo visual em ambos os olhos for igual ou menor que 60°; ou a ocorrência simultânea de quaisquer das condições anteriores;

– Visão monocular: cegueira em um dos olhos.

Dessa forma, não são prioritários os indivíduos com erros de refração, sendo os mais conhecidos a hipermetropia, a miopia e o astigmatismo. Qualquer Problema ocular que seja passível de correção (seja por cirurgia ou por uso de lentes e óculos) NÃO é considerado deficiência visual.

Documentação – A aplicação da vacina em deficientes visuais permanentes na segunda-feira ocorrerá mediante a apresentação de documentos que comprovem a condição prioritária. Pode-se apresentar:

Documento oficial de identidade com a indicação da deficiência;

Cartões de gratuidade no transporte público;

Laudo médico da rede pública ou particular que ateste a deficiência visual permanente grave nos termos acima descritos.

Não serão aceitas autodeclarações. Para vacinar-se, a pessoa também deve apresentar documento oficial com foto, CPF e comprovante de residência em Patos de Minas. Quem possuir cartão de vacina também deve levá-lo.

Comentários