Prefeito se diz indignado com Zema ao impor Onda Roxa na região; ouça áudio

logo-face
logo-face
Prefeito se diz indignado com Zema ao impor Onda Roxa na região; ouça áudio

Nessa manhã de quinta-feira (04), o Prefeito Luís Eduardo Falcão concedeu entrevista para explicar sobre as medidas do novo decreto publicado pelo Governo do Estado na Onda Roxa e quais medidas serão adotadas pela Prefeitura.

Falcão disse para a reportagem do Clube Notícia, que o Comitê de Enfrentamento Contra a Covid-19 ainda estuda outras medidas complementares ao decreto estadual. “Sei que ainda tem muitas dúvidas a respeito do que foi decretado pelo estado, mas vamos estudar tudo fazer um complemento o mais breve possível informando o que pode e o que não pode funcionar”, disse.

O Prefeito diz indignado com o governador do Estado, Romeu Zema (NOVO), com as medidas impostas para Patos de Minas, mas não vai brigar na Justiça para tentar alterar Decreto. “Não é momento e não tem nem clima para discutir na Justiça a respeito de competências do que é do Estado e do que é no município”, informou. Segundo Falcão, no ano passado a média de casos diários de Covid-19 no município chegou a 18 casos e neste ano já registrou 300 casos em um único dia e que a Prefeitura tem realizado contratações de profissionais da saúde e aumentado leitos para dar conta da demanda crescente.

Quanto ao efeito do Decreto Municipal nos últimos 15 dias, Falcão disse que houve leve melhora dos números e que a intenção era prorrogar as medidas até domingo, e na próxima segunda-feira dar início a uma flexibilização. Sobre a venda de bebidas alcóolicas e outras medidas restritivas que já estavam em vigor no município, um estudo esta sendo feito pelo comitê.  

Comentários

  • Na Real

    Comentário enviado em - 04/03/2021

    Vocês se lembram daquela pergunta: oque, oque é que quanto você mais corta, mais alto fica?! O "Prefeito Denorex", não caiu na real até agora, que tudo que fez foi "Inócuo", parece que ele não sabe distinguir entre o mais e o menos. Será que se algema-lo, ele saberia contar até dez...parece que não! O desgraçado do "Governador", juntamente com o seu secretário de saúde, mandou desativar os leitos de "UTI" lá do Hospital Regional, e o prefeito denorex, junto coma sua secretaria de saúde agiu da mesma forma, e aí a culpa outra vez é do cidadão, quando a coisa não dá certo! Em resposta há um dos manifestantes que o questionou, ele disse que não pode obrigar á nenhum medico, para que ele seja obrigado á fazer o tratamento profilático; para se ver que este incompetente não tenho consciência do tamanho do seu cargo, pois já tem um protocolo reconhecido pelo MPF. Se ele não tem ciência disso como pode ficar baixando decretos para prejudicar à toda população! Então toda vez que eu vou ao banheiro e faço o numero 2. eu me lembro da cara do "PREFEITO DENOREX"!