Perfis falsos, que se intitulavam bolsonaristas, tumultuam convenção do PSB; houve até conteúdo pornográfico

logo-face
logo-face
Perfis falsos, que se intitulavam bolsonaristas, tumultuam convenção do PSB; houve até conteúdo pornográfico

A convenção virtual do PSB foi tumultuada por perfis falsos, que se apresentavam como seguidores de Jair Bolsonaro, e atrapalharam as deliberações do grupo. O caso será repassado para a Polícia Civil e deve ser investigado. Mesmo com entraves, a legenda chancelou a candidatura de Hermano Caixeta e Clesio Luiz de Castro para a Prefeitura de Patos de Minas.

Durante a reunião, os fakes postaram mensagens pornográficas e ofenderam com palavrões o candidato do PSB. Além disso, ele também foi ameaçado de morte. Apesar dos esforços do grupo para retirar os intrusos, os invasores atrapalharam, a todo o momento, as deliberações.

Além das mensagens ofensivas, os perfis também expunham conteúdo pornográfico em áudio. Houve até o famoso “gemidão do WhatsApp”. Os criminosos também executaram funks  pornográficos e alguns chegaram a gritar “é monarquia, por**”. Em outros momentos, os invasores chegaram a colocar um CPF atribuído ao Presidente Bolsonaro no chat do encontro.

Durante a transmissão, o candidato Hermano Caixeta disse que tomaria providências, levando o caso à Polícia Civil. Ele lembrou que a Justiça Eleitoral tem força para investigar e punir os responsáveis. Mesmo com a confusão, ambos os nomes foram aprovados e disputarão a Prefeitura de Patos de Minas.

Comentários