Preço de produtos básicos sofrem alta em razão da pandemia de Covid-19

logo-face
logo-face
Preço de produtos básicos sofrem alta em razão da pandemia de Covid-19

Durante o período de isolamento social, devido à pandemia de covid-19, as compras feitas por meio de aplicativos cresceram 30%, no Brasil, de acordo com levantamento do Instituto Locomotiva. A alta foi significativa em dois grupos populacionais: o de pessoas com mais de 50 anos de idade e o das classes C, D e E, que, somadas, representam mais da metade dos consumidores do país.

Em meio à pandemia do novo coronavírus, a população tem enfrentado alta nos preços de produtos essenciais. Em Patos de Minas, consumidores afirmam que o aumento vai desde produtos básicos, como arroz, feijão e ovos, até itens de limpeza. O setor supermercadista diz que o aumento praticado pelos estabelecimentos vem das distribuidoras.

O aumento foi puxado pelo tomate, que ficou 58,44% mais caro. Também foi registrada alta nos preços da batata (23,35%), banana (14,19%), arroz (8,48%), leite (7,10%), açúcar cristal (5,08%), farinha de trigo (1,65%), manteiga (1,08%), óleo de soja (0,93%) e carne bovina (0,24%).

*Com informações do portal Agência Brasil

Foto: Divulgação Web

Comentários