Câmara rejeita prestação de contas e ex-prefeito de Lagoa Formosa está inelegível por oito anos

19/04/2017 09:04:49

Redação Clube Notícia - Fotos: Lagoa Formosa Acont

Em votação acirrada na noite de ontem, a Câmara Municipal de Lagoa Formosa rejeitou (por 6 votos a 5) a prestação de contas do ex-prefeito Edson Machado (Didi). Com a decisão dos vereadores, Edson também está inelegível pelos próximos oito anos. A prestação de contas é relativa ao ano de 2011, mas em 2015 foram rejeitadas pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE-MG). Recentemente o ex-prefeito sofreu nova derrota do órgão e a decisão ficou nas mãos dos vereadores.

Em entrevista para a equipe da Rádio Clube, o vereador Geraldo Célio (DEM) afirmou que a votação, embora marcada por alguns protestos de opositores e de alguns presentes, foi tranquila e Casa tomou a decisão correta. “O povo de Lagoa Formosa é ordeiro; as manifestações que ocorreram foram tranquilas, mas não alteraram o resultado, as contas foram rejeitadas”, disse o vereador.

Conforme consta no site do TCE, as contas do ex-prefeito Edson Machado não foram aprovadas devido à realocação de recursos previstos em orçamento para outros fins. A manobra não é permitida legalmente.

Comentários